O meu último post sobre o Bot do Telegram mostrou minha ideia de criar um bot para ser utilizado como coletor de informações de concurso do site PCIConcursos. Desde daquele post não tive tempo livre para finalizar esse meu projeto particular. Contudo, eu consegui encontrar uma ferramenta que me ajudará na implementação desse projeto.

O objetivo desse post é apresentar o “import.io“, um site que  permite transformar uma web page em um repositório de dados. Acabei descobrindo-o visualizando uns slides sobre uma palestra de acesso a dados públicos, eu encontrei esse site.  A palestra a qual me refiro está aqui embaixo:

Bem, a mágica do import.io é transformar uma webpage com um certo padrão de visualização em uma fonte de dados. Então imagine criar uma api para acessar os posts do meu blog. Bem, só imagine porque com o import.io é bem simples. Inclusive, segue o link

https://magic.import.io/?site=http:%2F%2Fblog.rodrigolira.net%2F

Simples, não? Imagine a infinidade de sites que existem que podem ser facilmente exportados para uma API.

https://magic.import.io/?site=http:%2F%2Fwww.hardmob.com.br%2Fpromocoes%2Findex1.html

Você pode editar cada uma das colunas preestabelecidas pelo site. Abaixo segue uma imagem da interface de administração do site. Nesse caso, eu estou usando a url http://www.pciconcursos.com.br/ultimas

importio

Ainda no painel de administração, é possível escolher formas de acesso a base de dados criada.

importio2

No meu caso, eu pretendo que o bot utilize uma API. Por isso eu escolhi mostrar o “Simple API Integration”.  Utilizando o import.io, eu consegui gerar a seguinte fonte de dados para ser consumida (URL encurtada): https://goo.gl/lSgWIq . Através dela, o bot saberá me informar quais são os editais de concursos mais recentes.

Por enquanto, isso é tudo!

| Criando um bot do Telegram parte 3