Um relatório do Escritório de Contabilidade do Governo Americano  (do inglês, US Government Accounting Office – GAO) destacou o perigoso estado da infraestrutura de TI do Tio Sam.

Três dos mais populares formatos de disquete: 8, 5¼ e 3½ polegadas.

Como um exemplo, o computador usado para coordenar a força nuclear americana é um IBM Series/1 que usa disquetes de 8 polegadas capazes de armazenar 80 KB de dados cada. Enquanto que o Departamento de Tesouro está calculando declarações fiscais em um Mainframe de 56 anos da IBM que usa programas escritos em Assembly. O departamento diz que não tem planos para atualizar o seu sistema.

IBM Series/1

No seu relatório, o GAO encontrou numerosos casos de hardware e software obsoletos. Alguns alertas do departamento de comércio utilizam sistemas em Fortran e possui computadores executando o Windows Server 2003 que não é mais suportado pela Microsoft.

O departamento de segurança nacional está usando um mainframe de 8 anos, o IBM System z10 usando Cobol para alguns sistemas pessoais, e o departamento de justiça também está usando um sistema feito na mesma linguagem para acesso ao seu principal banco de dados de presidiários.

IBM System z10

Vários dos sistemas apresentados pelo GAO serão substituídos em breve – as forças armadas americanas irão ter seu controle nuclear rodando em um servidor mais moderno até 2020, por exemplo – mas muitos dos departamentos relataram que não tem planos para realizar o atualização dos seus sistemas.

O governo americano gasta US$ 80 bilhões por ano em TI, 75% desse montante é usado para manter  os sistemas disponíveis e executando. O GAO relatou que encontrou que essa percentagem está aumentando, sendo 77% previstos para 2017, deixando menos recursos para novos sistemas que mais eficientes.

Para piorar as coisas, a geração de programadores e gurus de TI que podem manter esses sistemas ativos estão literalmente morrendo. Não existem muitos programadores de COBOL e Fortram existentes, e ninguém está aprendendo essas linguagens atualmente.

Traduzido de: http://www.theregister.co.uk/2016/05/25/us_nuclear_guidance_system_running_on_8inch_floppies/

Link para o relatório: http://www.gao.gov/assets/680/677454.pdf

 

Apesar de ter passado 1/3 do ano, vou utilizar esse post para atualizar a situação do Blog. Acabo de migrar a url antiga (“http://rodrigolira.wordpress.com”) para a nova (“http://blog.rodrigolira.net”). Os posts já tinham sidos migrados para o novo blog, mas ambos continuavam ativos.  Agora o acesso ao site do domínio “.wordpress.com” vai encaminhar o visitante direto para o novo url. Tudo isso ao custo de 13 obamas anuais.  Acabei fazendo uns freelas com o wordpress e conhecendo melhor a ferramenta. Isso permitiu que eu modificasse umas configurações fazendo com que o redirecionamento funcionasse sem problemas.

Espero a partir desse post atualizar com mais frequência o blog, tenho andado bem ocupado. Desde o último post, muita coisa mudou. No momento estou ensinando na FATEC PE no curso de Ciências de Computação, continuo trabalhando na FITec, como desenvolvedor, e acabo de iniciar o doutorado em Engenharia Elétrica na UFPE. Porém, vou tentar manter a frequência de posts semanais.

No começo desse mês (03/08) falei um pouco sobre Python e o Python Poli aos calouros do curso de Engenharia de Computação da UPE . A “Semana dos calouros” é um  evento realizado pelo Centro Acadêmico de Engenharia de Computação (CAEC)  a cada inicio de período e tem como intuito principal dá as boas vindas  e tirar as possíveis dúvidas sobre o curso. Minha palestra aconteceu no momento reservado aos  grupos de estudos. Por sinal, a POLI-UPE possui vários entre eles o Java Poli, Jogos, .Net, Desenvolvimento Web, Software Livre, Python Poli. Talvez a maioria não funcione da forma ideal mas  o fato de existirem já é uma grande incentivo ao estudo dessas tecnologias.

Próximo sábado, mas precisamente dia 14/08 haverá a reunião do mês de agosto do Grupo de usuários de Python de Pernambuco nas  dependências da UFRPE. Estarei por lá falando um pouco  sobre Python e as suas ferramentas de programação funcional.

#!/usr/local/bin/cpython
回答 = 读入('你认为中文程式语言有存在价值吗 ? (有/没有)')

如 回答 == '有':
   写 '好吧, 让我们一起努力!'
不然 回答 == '没有':
   写 '好吧,中文并没有作为程式语言的价值.'
否则:
   写 '请认真考虑后再回答.'

Se você também ficou surpreso, esse é um código em ChinesePython, a implementação de Python para a língua chinesa. Para ficar bem claro, não é apenas tradução dos erros, mensagens e warnings do interpretador, é a tradução de toda linguagem para chinês. Segundo o site do projeto, os seus propósitos são educacionais e no momento está na versão 2.1.3. Porém, no SourceForge , o projeto está parado há mais de 7 anos. : |

Quem assim como eu teve curiosidade, o código acima é o seguinte

answer = input ("Do you think the value of Chinese programming
languages have you? (Yes / No)")
if answer == 'yes':
   print "Well, let's work together!"
elif answer == 'no':
   print "Well, the Chinese did not, as the value 
of programming languages."
else:
   print "Please give serious consideration before answering."

Thanks Google Translator 🙂

Convite para o V Encontro do PUG-PE na POLI - (03/07) a partir das 08:00 Olá pessoal, Este post serve como convite para todos a participarem do V Encontro do Grupo de Usuários de Python de Pernambuco (PUG-PE). Chegamos ao quinto encontro mensal e neste não seria diferente: Além de discutir sobre a linguagem de programação Python e derivados, sempre há espaços com discussões abertas sobre open-source e tecnlogia! Para quem não conhece Python, já menciono que é uma das linguagens mais populares do mercado…
Leia Mais

via PUG-PE

As vuvuzelas estão sendo alvo de muita discussão nessa Copa da África. Além das várias reclamações dos narradores e comentaristas sobre o barulho ensurdecedor nos estádios, o som das cornetas africanas têm incomodado os telespectadores em todo o mundo – BBC avalia hipotése de diminuir o som ambiente .

Como o presidente da FIFA já afirmou, as vuvuzelas estão liberadas, então se você quer se juntar a essa barulheira mas não tem uma, experimente a virtual !

Rodrigo Lira

Cotada para ser a última versão da família 2.x, Python 2.7 vem   com várias features do Python 3.x, além de incluir

– Set e Dict comprehensions
– Um novo módulo IO, reescrito em C
– Tipo Ordered-Dictionary

entre outras novidades.

Rodrigo Lira

Apoio Marina

Apoio Marina

O Marcos Gomes, o mesmo do Profissão: Programador , teve uma grande idéia para mostrar o seu apoio a candidata Marina Silva, ele criou um aplicativo web para divulgar conteúdo relacionado a candidata.
O Apoio Marina trata-se de um aplicativo feito em Python e Google App Engine que funcionam da seguinte maneira:

1. O usuário entra no site do aplicativo.
2. Autoriza o aplicativo publicar no seu perfil do twitter.
3. Define a freqüência dessas publicações.

Depois disso o aplicativo publicará com a frequência informada conteúdo, retirado do blog Minha Marina, relacionado a candidata. No seu blog, Marcos informa que não gastou nada, exceto algumas madrugadas de sono, e que o intuito era apenas contribuir com a divulgação do trabalho da  pré-candidata. No mesmo texto ele  informa que em 3 meses o Apoio Marina já publicou 193.993 twitts e 580 perfis. Mais um caso de que Small Acts Make Great Revolutions ,  parabéns pela idéia Marcos.

Eu, apoio e você ? 😉

| Mais informações sobre o Apoio Marina

Rodrigo Lira

Semana passada, houve uma reunião do Grupo de Estudos Python Poli, lá no laboratório da graduação. Basicamente o intuito era demonstrar o básico da linguagem – interpretador interativo,tipos de dados, if/else – aos calouros do nosso curso. Para minha surpresa realmente o pessoal compareceu (~25 pessoas) e vi que muitos ficaram maravilhados com Python.

Mas nem tudo foram rosas…

Quando eu fiz o slide pensei em fazer algo dinâmico, com exemplos para serem testados eu só aprendo assim , mas, essa parte ficou comprometida devido a apenas alguns terem login no lab, e algumas máquinas estarem precisando de manutenção. No final eu acabei fazendo os exemplos no pc da apresentação mesmo.

Com isso aprendi duas coisas,  palestrar não é tão simples e que por mais que pense em todas as variáveis, sempre há um imprevisto.

Fotos? Na hora, não lembrei de tirar nenhuma 😐

A apresentação aconteceu no dia 26 de maio de 2010, às 10h45.

Rodrigo Lira